Home

Aposentadoria: período de novas escolhas e possibilidades

Publicado em Informativos

Durante toda a vida muitas pessoas dedicam-se à realização profissional, preparam-se para uma carreira, para o caminho dentro da profissão e desejam alcançar sua realização profissional, ao atingirem o status pretendido.

Muitas vezes, todo esse reconhecimento leva tempo, investimento emocional e financeiro. E, quando todo este status é alcançado, quando o profissional sente que chegou ao cargo sonhado, já está próximo de sua aposentadoria.

Os problemas psicológicos da aposentadoria acontecem quando a pessoa sente esse momento como um momento de PERDA: perda da “rotina” que conhecia e que lhe dava certa segurança, perda da utilidade social e perda da referência de “ser profissional”, isto é, uma perda da própria identidade profissional.

A aposentadoria é um período de reestruturação de atividades e valores. É neste período de transformações que a família e amigos têm suas importâncias aumentadas. A pessoa é “convidada” a retomar sua vida em família, passa a ocorrer maior convivência entre marido e mulher, com os filhos, amigos, enfim... o que chamam de “descansar e curtir a vida”.

O momento de aposentadoria pode ser usado para refletir sobre os rumos e escolhas que foram feitos durante a vida e para o planejamento e a realização de novos desafios e sonhos. Mas, muitas pessoas sentem tristeza, angústia e podem, inclusive, entrar em quadros de depressão. Essas complicações decorrem da impossibilidade de fazer um necessário luto pelos aspectos que foram perdidos e deixados para traz e, ainda, pelo fato de  não conseguirem aproveitar e “curtir” as conquistas que foram realizadas na vida profissional.

Preparando-se para a aposentadoria, nos últimos anos de trabalho antes dela e, evidentemente, no período imediato pós aposentadoria, pode ser bastante importante que o sujeito busque apoio psicológico. É a busca por um espaço de acolhimento e reflexão sobre as preocupações e angústias, para buscar novos desafios e novos sentidos para a vida futura, de forma a descobrir novas fontes de motivação e prazer, fora do ambiente profissional que tomou tanto tempo e espaço durante grande parte da vida.